Mercado

Pneus que recolhem energia são desenvolvidos no Japão

A marca de pneus Falken apresentou um sistema que tira partido da eletricidade estática gerada quando o pneu roda, através da fricção existente.

 

A marca de pneus Falken apresentou uma nova solução de pneus que recolhem energia. Este sistema tira partido da eletricidade estática gerada quando o pneu roda, através da fricção existente.

Embora sem valores concretos sobre quanta energia poderá ser recolhida, a marca afirma que esta solução pode ser usada para alimentar o Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus e outros pequenos dispositivos do carro.

Esta tecnologia foi desenvolvida no Japão, com um docente da Universidade de Kansai, e exige poucas alterações na produção. Ele combina duas camadas de borracha cobertas por elétrodos e dois vinis com carga positiva e negativa. Estes são depois fixados no interior do pneu. Embora sem explicação mais completa, a Falken diz que isto permite recolher eletricidade enquanto o pneu se deforma ao rolar.

Esta não é a primeira vez que surge a ideia de gerar eletricidade nos pneus. A Goodyear, por exemplo, apresentou um protótipo em 2015 focado neste conceito, o BH-03.

Também gerava energia da deformação do pneu, em conjunto com energia da conversão do calor da borracha. Neste caso da Falken o conceito parece similar. Mas, pela menor complexidade de fabrico, aparenta estar mais próximo da produção.

 

Leia também: Asfalto ecológico feito com pneus velhos é testado em trecho da BR-153

Leia também: General Tire lança novos pneus agrícolas

 

Fonte: Primeira Página com informações do site Motor 24H.

Redes Sociais